Growth alometric – Crab (crescimento alométrico – caranguejo)

In decapods three types of allometry  exist:

(i) positive allometry or progressive geometric growth, in which the dependent variable grows fast with respect to body size, (ii) isometric or arithmetic growth, and (iii) negative allometry or retrogressive geometric growth, in which the dependent variable grows slower than body size. Chelipeds are the best example of crustacean allometric growth. In males of the crab Arenaeus caribrarius (Pinheiro and Fransozo 1993), crayfish Orconectes virilis, and blue clawed (BC) males of Macrobrachium rosenbergii (Kuris et al 1987), chela growth shows positive allometry (Aiken and Waddy 1992), while it is isometric in juveniles and females (Pinheiro and Fransozo,1993).

In heterochelous decapods chelipeds are further differentiated into major (crusher) and minor (cutter) based on morphologically and functionally different dentition paterns (Levinton et al 1995). The large and robust chela with molariform teeth, known as the crusher, can yield more force than the minor, which has many cutting teeth and spiniform setae (figure 1) (Mariappan and Balasundaram 1997). Major and minor chelae possess differential operating forces measured as ideal mechanical advantage 1979). In male Uca and Alpheus , the major chela is used for aggressive and courtship displays, while the other is used for capture and manipulation of prey and grooming (Hazlett 1962; Nolan and Salmon 1970; Crane 1975). Many crustaceans have spatulate chelae which are used to scrap algae from rocks (McLaughlin 1982). The atyishrimps use brush and spiny setae on chelipeds to scrap up debris (Fryer 1960). In Macrobrachium australe thminor chela endowed with abundant bristles serves as sort of net to catch prey while the major chela is used tpick up prey. Such a differential function among chelpeds is also observed in Homarus spp. (Davis 1987Chela size is also related to feeding habits. For instance detritivorous crabs have small slender claws (Seed an Hughes 1995) while carnivorous counterparts like Ocypode spp. possess enlarged chelae to facilitate predation In Macrobrachium nobilii, the robust second pair is use for prey capture and the slender first pair functions t deliver the food to the mouth (P Mariappan and Balasundaram, unpublished data).

fonte: J. Biosci.  |  vol. 25  |  No. 3  |  September 2000

Artropódos – informações importantes

É a característica distinguível dos artropodos – exoesqueleto quitinoso ou cuticula.

A cor dos artrópodes resulta comumente da deposição de pigmentos de melanina marrom, amarela, laranja e vermelha dentro da cutícula; Frequentemente, a coloração corporal nao se origina diretamente na cutícula, é produzida por cromatóforos ou é causada por pigmentos sanguíneos e teciduais, que ficam visíveis através de uma cutícula fina e transparente. 

O exoesqueleto apresenta vantagens locomotoras e de sustentação para os artrópodes, mas apresenta problemas para o animal em crescimento. 

A solução evoluída foi a eliminação periódica do esqueleto, chamado de muda ou ecdise.

O esqueleto novo é mole é enrugado, e estica-se para acomodar o tamanho aumentado do animal.

Os estágios entre as mudas são conhecidos como instares, e o seu comprimento tornar-se maior maior à medida que o animal fica mais velho. Os caranguejos e lagosta continuam a mudar por toda a vida. 

A muda encontra-se sob controle hormonal. A ecdissona, secretada por determinadas glândulas endócrinas, circula pela corrente sanguínea e age diretamente nas células epidérmicas. 

O sangue dos artrópodes contem vários tipos de células e, em algumas espécies, o pigmento respiratório hemocianina ou, menos comumente, hemoglobina. 

Os artrópodes possuem dois tipos de órgãos excretores: túbulos de Malpighi e sáculos. 

 

Caranguejo uçá

O caranguejo uçá como podem perceber é meu “objeto” de estudo.

E por assim ser vou descrever algumas informações desde gerais a especificas, que não são muito vistas ou conhecidas:

1- O rompimento da carapaça na muda é um produto da transmissão de força hidráulica do sangue (crustáceos em geral) – Nielsen, Fisiologia animal; 5ª Edição.

2- A respiração é completada pela oxidação dos compostos orgânicos através da absorção do oxigênio do meio externo o pigmento sanguíneo é  hemocianina encarregado de efetuar o intercâmbio respiratório, que pode combinar-se reversivelmente com o oxigênio (ArqCienMar/V20_1980).

Para 2012, o Ministério da Pesca e Aquicultura, definiu o período de “andada” do caranguejo uçá da seguinte forma:

Considerando as recomendações da Reunião de Ordenamento que discutiu sobre os períodos de “andada” do caranguejo-uçá, ocorrida no dia 9 de novembro de 2011, na cidade de Belém, Estado do Pará; e
Considerando o que consta no Processo nº 02001.009707/2002-77, do Instituto
Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis-IBAMA/Sede, resolvem:
Art.1º Proibir a captura, transporte, beneficiamento, industrialização e
comercialização de qualquer indivíduo da espécie Ucides cordatus, conhecido popularmente como caranguejo-uçá, nos Estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte,
Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, nos meses de janeiro, fevereiro e março, durante os dias de “andada”, correspondendo aos seguintes períodos, em 2012:
I – 1º Período:
a) de 10 a 15 de janeiro;
b) de 24 a 29 de janeiro;
II – 2° Período:
a) de 8 a 13 de fevereiro;
b) de 22 a 27 de fevereiro;
III – 3º Período:
a) de 9 a 14 de março e
b) de 23 a 28 de março.Parágrafo único. Entende-se por “andada” o período reprodutivo em que os
caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelo manguezal, para acasalamento e liberação de ovos.
Art. 2º As pessoas físicas ou jurídicas que atuam na captura, manutenção em
cativeiro, conservação, beneficiamento, industrialização ou comercialização da espécie Ucides cordatus, nos Estados de que trata o art. 1º desta Instrução Normativa Interministerial, deverão fornecer ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis-IBAMA, até o último dia que antecede cada período de “andada” previstos no art. 1º desta Instrução Normativa Interministerial, a relação detalhada dos estoques de animais vivos, congelados, pré-cozidos, inteiros ou em partes, preenchida conforme consta no Anexo I desta Instrução Normativa Interministerial. FONTE: Diário Oficial da União – Seção 1. Nº 7, terça-feira, 10 de Janeiro de 2012; Acessado: http://www.mp.ma.gov.br/site/centrosapoio/MeioAmbiente/documentos/IN02_2012.pdf em 28.03.2012

 

Coletas

Dez catadores de caranguejos são detidos no Litoral Sul da Paraíba

Boa tarde, gente.

Pois é essa a notícia que já marca o inicio do ano e claro a época de andada do caranguejo Uçá.

Esta reportagem foi retirada do G1.

Agentes ambientais detiveram dez catadores de caranguejo em flagrante no Litoral Sul paraibano. A ação, comandada pelo Ibama, ocorreu na tarde desta quinta-feira (9), com o objetivo de preservar o período reprodutivo do crustáceo, conhecido como “andada”, quando fica proibida sua captura, transporte, comercialização, beneficiamento e armazenamento. Os catadores, um deles menor de idade, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Caaporã, onde responderão pelo delito.

Segundo informações do Ibama, as pessoas flagradas com os animais durante o período da proibição são multadas, têm os caranguejos apreendidos e ainda devem responder a processo por crime ambiental na Justiça. No caso do flagrante realizado nesta quinta, os fiscais constataram que, além do desrespeito ao período da andada, os animais vem sendo capturados com a utilização de redinha – técnica predatória e de utilização proibida no estado há cerca de 15 anos.

Os períodos em que fica proibida a captura do caranguejo-uçá ocorrem entre os dias 8 e 13 e de 22 a 27 de fevereiro. No mês de março, o período de proteção à andada ocorre entre os dias 9 e 14 e também de 23 a 28. As andadas ocorrem em períodos diferentes a cada ano, uma vez que dependem de diversos fatores, como as fases da lua, com grande influência nas variações das marés.

Esta foto logo abaixo, é minha. tirada em 25.09.2011.

fonte: http://g1.globo.com/paraiba/noticia/2012/02/dez-catadores-de-caranguejos-sao-detidos-no-litoral-sul-da-paraiba.html

Uçás capturados durante  a andada

Christian Dietrich
Supes/Ibama/PB
Fotos: Ibama/PB

Soltura dos caranguejos após a apreensão dos catadores.

http://www.ibama.gov.br/publicadas/dez-catadores-sao-conduzidos-a-policia-por-coleta-de-caranguejo-uca-no-periodo-da-andada-na-paraiba

 

Mangrove (manguezal)

Bem, já que estou falando nos ultimo posts e por diante sobre manguezal, que tal distinguir os tipos de mangue?

Pneumatóforos do mangue branco (Laguncularia racemosa)

Nesta foto encontra-se eu e as Rhizophora mangle.

 

Mangrove (Manguezal 2)

Meus posts agora em diante serão focados para o manguezal.

Estes vídeos abaixo foram feitos por mim, numa das minhas coletas.

vídeo 1

—————–

vídeo 2

Um pequena mostra do manguezal que trabalho.

vídeo 3