Arquivo da categoria: amebas

Amebas Testáceas

Minha apresentação de artigo,  na monitoria da Disciplina Zoo I, foi com o seguinte artigo :

Horizontal distribution patterns of testate amoebae (Rhizopoda, Amoebozoa) in plankton samples of the Corumbá reservoir area, state of Goiás, Brazil.

Fábio Amodêo Lansac-Tôha*, Luiz Felipe Machado Velho, Cláudia Costa Bonecker and Anderson Setsuo Miyashiro Aoyagui.

Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aqüicultura, Universidade Estadual de Maringá, Av. Colombo, 5790, 87020-900, Maringá-Paraná, Brazil. *Author for correspondence.

Padrões de distribuição horizontal de tecamebas (Rhizopoda, Amoebozoa) em amostras de plâncton na área do reservatório de Corumbá, Estado de Goiás, Brasil. O objetivo deste estudo foi discutir as variações horizontais na assembléias de tecamebas em diferentes regiões do reservatório de Corumbá. Foi identificado um total de 61 taxa pertencentes a 8 famílias. Difflugiidae foi a mais rica em número de taxa. O maior número de taxa foi registrado em ambientes lóticos. O aumento na velocidade de corrente, descarga e a lavagem da vegetação marginal resultaram em um incremento na riqueza de espécies nos ambientes lóticos. Por outro lado, a presença de muitas espécies acidentais nas zonas lacustre e transicional do reservatório pode ser em razão de essas serem regiões profundas e extensas. Centropyxis aculeata foi constante em todas as regiões, com exceção da zona lacustre do reservatório. Outros taxa foram constantes somente nos ambientes lóticos (rio Corumbá-jusante e tributários) e zona fluvial do reservatório: Arcella conica, A. costata, A. discoides, A. vulgaris, Centropyxis ecornis e Difflugia gramen.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Da apresentação deste artigo, resulto uma ampla discussão sobre o tema abordado, sua importância e críticas.

Grandes nomes neste artigo:  Fábio Amodêo Lansac-Tôha, Luiz Felipe Machado Velho.

Anúncios