Arquivo da categoria: Corpo

*Cura do câncer* será verdade?

FINALMENTE

Um médico italiano descobriu algo simples que considera a
causa do câncer.
Inicialmente banido da comunidade médica italiana, foi aplaudido de pé na
Associação Americana contra o Câncer quando apresentou sua terapia.
O médico observou que todo paciente de câncer tem aftas. Isso já era sabido
da comunidade médica, mas sempre foi tratada como uma infecção oportunista
por fungos – Candida albicans. Esse médico achou muito estranho que todos os
tipo de câncer tivessem essa característica, ou seja, vários são os tipos de
tumores mas têm em comum o aparecimento das famosas aftas no paciente.

Então, pode estar ocorrendo o contrário – pensou ele. A causa do câncer pode
ser o fungo. E, para tratar esse fungo, usa-se o medicamento mais simples
que a humanidade conhece: bicarbonato de sódio. Assim ele começou a tratar
seus pacientes com bicarbonado de sódio, não apenas ingerível, mas
metódicamente controlado sobre os tumores.Resultados surpreendentes
começaram a acontecer. Tumores de pulmão, próstata e intestino desapareciam
como num passe de mágica, junto com as Aftas. Desta forma, muitíssimos
pacientes de câncer foram curados e hoje comprovam com seus exames os
resultados altamente positivos do tratamento.Para quem se interessar mais
pelo assunto, siga o link (em inglês): não deixem de ver o video, no link
abaixo.O médico fala em italiano, mas tem legenda em portugûes.
http://www.curenatu ralicancro. com/
Lá estão os métodos utilizados para aplicação do bicarbonado de sódio sobre
os tumores. Quaisquer tumores podem ser curados com esse tratamento simples
e barato. Parece brincadeira, né? Mas foi notícia nos EUA e nunca chegou por
aqui. Bem que o livro de homeopatia recomenda tratar tumores com borax, que
é o remédio homeopático para aftas. Afinal, uma boa notícia em meio a tantas
ruins.
De novo, a pergunta que não quer calar: por que a grande imprensa não dá a
menor cobertura a isso? Nem na TV, nem nas rádios, nem nos grandes
jornais… Absolutamente nada. Quem os proíbe de noticiar? O médico teve que
construir um site, para divulgar o seu trabalho de curar o câncer (ou, pelo
menos, várias das suas formas), usando apenas solução de bicarbonato de
sódio a 20%. Imaginem! Bicarbonato de sódio, coisa que a gente encontra até
no boteco da esquina. Neste endereço, o vídeo, onde o médico italiano mostra
a evolução do tratamento até a completa cura em 4 casos:
http://www.cancer- fungus.com/ sub-v1pt/ sub-pt.html
Neste, o site em Português. Clicando-se nas bandeirinhas no alto da página,
muda-se o idioma:
http://www.cancerfu ngus.com/ simoncini- cancro-fungo. php

4 de Março de 2009

Qual o caminho da dor no nosso corpo?

Imagine que você está andando num campo cheio de flores coloridas, numa grama verdinha, borboletas brincam com as flores (ai que bom, né?)… você está sorridente, tira os sapatos para sentir a natureza e sai correndo do meio das flores feliz da vida…. e então… então… surge uma pedra no meio do caminho e você dá uma violenta “topada” com o dedão (aiiii!! que dor!!!).

Saiba que, desde o momento que você deu a topada na pedra até o momento de sentir a dor, várias reações acontecem em seu corpo (parece instantâneo, mas não é!)… O choque da topada afeta algumas células naquela região e essas imeditamente liberam substâncias que carregam a mensagem da dor para o neurônio primário que ligam a periferia (nesse caso, o dedão do pé) à medula espinhal. As substâncias que atuam no neurônio primário fazem com que ele mande a mensagem dolorosa para o neurônio secundário parte da medula espinhal levando a mensagem para o cérebro… Só aí é que você percebe que há dor… e então solta aquele: “Aaaaaaaai!!!” ou “*&°§@*?+#”.

O legal disso tudo é que o próprio organismo tem maneiras de controlar a dor, produzindo endorfinas (ufaaa!!) que atrapalham a comunicação entre o neurônio primário e secundário, impedindo que a mensagem dolorosa chegue ao cérebro… Mas infelizmente essas substâncias nem sempre evitam a dor, e aí não tem jeito… Tem mesmo que tomar análgésicos que impedem que as substâncias mensageiras da dor sejam liberadas e atuem sobre os neurônios primários, ou então, na medula espinhal e no cérebro evitando que a mensagem de dor seja transmitida.

De quem é culpa da dor que você sentiu quando deu uma “topada” na pedra? Da substância que libera a mensagem da dor? Do neurônio primário? Do neurônio secundário? Do cérebro? Da falha das endorfinas?

vi essa postagem num blog http://mhp-bio.blogspot.com/, achei muito interessante e resolvi colocar aqui