Caranguejo uçá

O caranguejo uçá como podem perceber é meu “objeto” de estudo.

E por assim ser vou descrever algumas informações desde gerais a especificas, que não são muito vistas ou conhecidas:

1- O rompimento da carapaça na muda é um produto da transmissão de força hidráulica do sangue (crustáceos em geral) – Nielsen, Fisiologia animal; 5ª Edição.

2- A respiração é completada pela oxidação dos compostos orgânicos através da absorção do oxigênio do meio externo o pigmento sanguíneo é  hemocianina encarregado de efetuar o intercâmbio respiratório, que pode combinar-se reversivelmente com o oxigênio (ArqCienMar/V20_1980).

Para 2012, o Ministério da Pesca e Aquicultura, definiu o período de “andada” do caranguejo uçá da seguinte forma:

Considerando as recomendações da Reunião de Ordenamento que discutiu sobre os períodos de “andada” do caranguejo-uçá, ocorrida no dia 9 de novembro de 2011, na cidade de Belém, Estado do Pará; e
Considerando o que consta no Processo nº 02001.009707/2002-77, do Instituto
Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis-IBAMA/Sede, resolvem:
Art.1º Proibir a captura, transporte, beneficiamento, industrialização e
comercialização de qualquer indivíduo da espécie Ucides cordatus, conhecido popularmente como caranguejo-uçá, nos Estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte,
Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, nos meses de janeiro, fevereiro e março, durante os dias de “andada”, correspondendo aos seguintes períodos, em 2012:
I – 1º Período:
a) de 10 a 15 de janeiro;
b) de 24 a 29 de janeiro;
II – 2° Período:
a) de 8 a 13 de fevereiro;
b) de 22 a 27 de fevereiro;
III – 3º Período:
a) de 9 a 14 de março e
b) de 23 a 28 de março.Parágrafo único. Entende-se por “andada” o período reprodutivo em que os
caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelo manguezal, para acasalamento e liberação de ovos.
Art. 2º As pessoas físicas ou jurídicas que atuam na captura, manutenção em
cativeiro, conservação, beneficiamento, industrialização ou comercialização da espécie Ucides cordatus, nos Estados de que trata o art. 1º desta Instrução Normativa Interministerial, deverão fornecer ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis-IBAMA, até o último dia que antecede cada período de “andada” previstos no art. 1º desta Instrução Normativa Interministerial, a relação detalhada dos estoques de animais vivos, congelados, pré-cozidos, inteiros ou em partes, preenchida conforme consta no Anexo I desta Instrução Normativa Interministerial. FONTE: Diário Oficial da União – Seção 1. Nº 7, terça-feira, 10 de Janeiro de 2012; Acessado: http://www.mp.ma.gov.br/site/centrosapoio/MeioAmbiente/documentos/IN02_2012.pdf em 28.03.2012

 

Anúncios

Sobre EEBM

Bióloga pela UCSal (2012). Especialização em Ecologia e Intervenções Ambientais. Realiza estudos de ecologia de manguezal, inventário faunístico (crustáceos).

Publicado em 14/03/2012, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Bom dia!

    Primeira vez que to vindo no blog e gostei muito. Parabéns! O primeiro tópico eu achei muito interessante, eu não sabia disso da circulação já que essa informação não é muito divulgada. Tenho uma sugestão a fazer, mas farei pessoalmente amanhã na coleta. Bjus!!!

  2. É extremamente válido estabelecer essa proibição da captura nestes períodos, mas a normativa não é eficiente já que não estabelece órgão fiscalizador, e mesmo que assim fizesse não teríamos fiscais o suficiente para fazer valer a lei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: