Caranguejos

Que tal conhecer uma parte da história cultural e  anatomia desse lindo crustáceo?

Em particular, o Ucides cordatus, visto na foto acima, além de ser um dos componentes mais caracteríticos do ecossistema manguezal no Brasil, assume uma notável importância sócio-econômica ao longo do litoral nordestino. Trata-se de um recurso pesqueiro abundante, de grande aceitação comercial e que contribui para a geração de emprego, renda e subsistência em comunidades pesqueiras de estuários manguezal no Brasil, assume uma notável importância sócio-econômica ao longo do litoral nordestino.

Segundo Linnaeus (1763), em relação ao seu tamanho é o segundo maior crustáceo encontrado no manguezal, constituindo a espécie mais explorada para o consumo humano. Suas tocas pontilham todo o solo das florestas de mangue, onde se alimentam das folhas e propágulos caídos (OLMOS; SILVA, 2003).

O caranguejo uçá – Ucides cordatuscordatus, Linnaeus (1763), em relação ao seutamanho é o segundo maior crustáceoencontrado no manguezal, constituindo a espéciemais explorada para o consumo humano. Suastocas pontilham todo o solo das florestas demangue, onde se alimentam das folhas epropágulos caídos (OLMOS; SILVA, 2003).

http://www.ufrgs.br/agropfagrom/disciplinas/502/fenolog.doc

Ciclo de vida de um caranguejo



Captura

A Portaria nº 52 de 30 de setembro de 2003 (IBAMA, 2003) regula a exploracão da especie nos Estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, S~ao Paulo, Parana e Santa Catarina, proibindo em qualquer epoca do ano a captura de fêmeas ovgeras e de indivduos de ambos os sexos com largura da carapaca inferior a 6,0 cm, bem como o uso de armadilhas, petrechos, instrumentos cortantes ou produtos qumicos para sua captura. O defeso da especie nesses estados foi institudo entre 1º de outubro e 30 de novembro para ambos os sexos, e entre 1º e 31 de dezembro para as fêmeas, quando os especimes em questão não podem ser capturados para comercializacão.

http://www.biotemas.ufsc.br/volumes/pdf/volume201/p69a80.pdf

Fenologia – ramo da Ecologia que estuda os fenômenos periódicos dos seres vivos e suas relações com as condições do ambiente, tais como temperatura, luz, umidade, etc. (de Fina & Ravelo, 1973).

Anúncios

Sobre EEBM

Graduação em Ciências Biológicas. Especialização em Ecologia e Intervenções Ambientais. Realiza estudos ecológicos em manguezais e estuários, inventário faunístico (crustáceos).

Publicado em 12/04/2010, em Animais, Coleta, Ecologia, Zoologia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: