Anatomia vegetal

Conhecendo a anatomia vegetal

– Órgãos principais

  • Raiz:

Parte: Coifa
Variação: Rizóide
Simbiose: Micorriza

  • Caule;

Variações: Tronco, Tubérculo, Estolho, Rizoma
Tecidos: Medula, Xilema ou Lenho Câmbio vascular, Floema, Câmbio cortical, Córtex ou Súber

  • Folha

Tecidos: Xilema, Floema, Mesófilo, Epiderme, Cutícula
Outras estruturas: Nervuras, Estomas, Tricomas

  • Flor

Partes: Pedicelo, Receptáculo, Cálice, Sépalas, Corola, Pétalas, Androceu, Estames, Anteras, Pólen, Gineceu, Pistilo, Carpelo, Ovário, Estilete
Agrupamento de flores: Inflorescência

  • Fruto
  • Semente

Constituição de uma flor completa

Descrevendo:

A flor é a parte das plantas classificadas como angiospérmicas (divisão magnoliophyta) em que se encontram os seus órgãos sexuais.

A função da flor é assegurar a reprodução. Depois da fertilização do óvulo, o ovário transforma-se num fruto, que contém as sementes que irão dar origem a novas plantas da mesma espécie. É mediar a união dos esporos masculino (micrósporo) e feminino (megásporo) num processo denominado polinização. Muitas flores dependem do vento para transportar o pólen entre flores da mesma espécie. Outras dependem de animais (especialmente insetos) para realizar este feito. O período de tempo deste processo (até que a flor esteja totalmente expandida e funcional) é chamado anthesis.

Pedicelo ou pedúnculo é a estrutura, originada da modificação do caule, responsável pela sustentação e condução de seiva para as flores. Conecta-se ao caule ou à raque da inflorescência na base e ao cálice no ápice. Raramente apresenta ramificações ou estruturas de origem foliar. Na sua ausência, diz-se que as flores são sésseis. O comprimento e a consistência do pedicelo pode influenciar nas características reprodutivas das flores. Em certos vegetais, o pedicelo desenvolve-se após a fecundação da flor e se torna fruta, enquanto o ovário desenvolvido se torna o fruto. Um exemplo disso é o caju, que na verdade é uma fruta, e não o fruto do cajueiro pois não provém do ovário e sim de um “inchaço” do pedúnculo floral.

Corola é o nome dado ao verticilio interno do perianto da flor, quase sempre vistoso.

Sépalas são peças constituintes da flor, situando-se no verticilo mais externo desta. São estruturas foliáceas, normalmente menores e mais consistentes do que as pétalas, e na maior parte dos casos têm a função primordial de proteger o botão floral, fechando-se sobre este antes da antese. O conjunto de sépalas de uma flor é conhecido como cálice. As sépalas são usualmente esverdeadas, mas, como quase todas as partes de uma planta, assumem uma incrível variedade de formas e funções, de acordo com cada espécie.

O androceu é o conjunto dos estames, órgãos reprodutores masculinos de uma flor, com a função de produzir grãos de pólen. Cada estame é uma folha modificada especificamente para a função reprodutiva.

O androceu, junto com o gineceu (órgão reprodutor feminino, também conhecido como pistilo), formam os verticilos reprodutores de uma flor. Além do androceu e do gineceu, a flor é constituída por pedúnculo, receptáculo, sépalas e pétalas.

No androceu, os órgãos sexuais masculinos passam por um processo de formação de esporos, os grãos de pólen, conhecido como microsporogênese ou gametogênese masculina. Este processo ocorre com as células da parede interna da antera, que possui as células-mãe do pólen.

Pedúnculo – é ramo de caule em cuja extremidade a flor se forma

Receptáculo – exctremidade do pedúnculo onde as peças da flor se fixam

Sépalas – folhas modificadas, geralmente verdes, cuja função é de proteção. As sépalas fecham botão floral antes que este se abra. Seu conjunto denomina-se cálice

Pétalas – folhas modificadas, geralmente coloridas, cuja função é proteger os órgãos reprodutores e atrair pássaros ou insetos, que irão transportar os grãos de pólem de uma flor a outra. Seu conjunto forma a corola.

Estames – folhas modificadas que são os órgãos reprodutores masculinos do vegetal e cuja função é produzir os grãos de pólen. O conjunto dos estames é chamado de androceu

Carpelos – órgãos reprodutores femininos que formam um ovário onde serão produzidos os óvulos.O conjunto dos carpelos forma o gineceu ou pistilo.

A fórmula floral é um sistema muito útil de representação da estrutura de uma flor, em que se usam letras, números e símbolos específicos.

Normalmente, a fórmula geral é usada para representar a estrutura floral e vegetal de uma família dicotiledonia, ao invés de espécies em particular como as margaridas.

Assim temos:

K = cálice ou S = sépalas (ex.: S5 = cinco sépalas) C = corola ou P = Pétalas (ex: C3(x) = número de pétalas é multiplo de três) Z = acresente se zigomórfica (ex: CZ6 = zigomórfica com 6 pétalas)

A = androceu ou E = estames (parte masculina; ex.: A∞ = vários estames-constituidos por 1 antera e 1 filete cada um G = gineceu ou C = carpelos (parte feminina; ex.: G1 = monocarpelar)

x – indica um “número variável” ∞ – indica “muitos

Usa-se algarismos para mostrar o número de peças em cada ciclo e, se estiverem soldadas entre si, coloca-se entre parênteses.

As letras H, P ou E, colocadas no final, indicam se a flor é hipógina perígina ou epígina e os símbolos ” */* “ou ” * ” indicam , respectivamente se a simetria é bilateral ou radial.

Fonte:  http://botit.botany.wisc.edu/courses/systematics/key.html

http://www.universitario.com.br/celo/topicos/subtopicos/botanica/anatomia_vegetal/flor/flor.html

Anúncios

Sobre EEBM

Bióloga pela UCSal (2012). Especialização em Ecologia e Intervenções Ambientais. Realiza estudos de ecologia de manguezal, inventário faunístico (crustáceos).

Publicado em 20/08/2009, em Botânica, Flor, Vegetal e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. semprotetordownloads

    Muito legal seu blog!
    Também tenho um sobre biologia:
    http://www.euquerobiologia.blogspot.com

    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: