Malária

  No Brasil, após a realização da campanha de erradicação, durante a década de 60, o número de casos de malária atingiu o seu valor mais baixo: 52.469 casos, confinando-se a transmissão, praticamente, à região amazônica. A manutenção da transmissão, após a campanha, foi atribuída à baixa densidade e à dispersão populacional na Amazônia, que dificultam a execução das ações de controle; ao tipo de habitação predominante nessa área que facilita os contatos homem-mosquito e atrapalha a aplicação de DDT; e ao aumento progressivo das cepas de Plasmodium falciparum resistentes à cloroquina, impedindo o esgotamento das fontes de infecção, com os recursos habitualmente utilizados (OPS, 1975).
MORFOLOGIA – Plasmodium – Malária

Estas formas abaixo podem aparecer no sangue circulante e são usadas para diagnóstico específico.

  •  Esporozoíto – é a forma infectante que o mosquito inocula no homem.
  • Trofozoíto jovem – tem um aspecto de anel.
  • Trofozoíto maduro – o citoplasma é irregular e com vacúolo.
  • Esquizonte – o citoplasma é irregular e vacuolizado
  • Rosácea – cada fragmento do núcleo, acompanhado de uma porção de citoplasma.
  • Merozoíto – é uma forma ovada contendo um núcleo, pequena porção de citoplasma, é forma assexuada.
  • Macrogametócito – é a célula sexuada feminina.
  • Microgametócito – é a célula sexuada masculina.
  • Ovo ou zigoto – dentro do mosquito – têm forma esférica.
  • Oocisto – é o ovo encistado na parede do estomago do mosquito e dará origem aos esporozoítos.

 BIOLOGIA

Hábitat – varia conforme o ciclo evolutivo do parasito. Assim no homem temos formas parasitando hepatócitos durante a fase pré-eritrócítica e formas parasitando as hemácias durante a fase eritrocítica. No mosquito formas parasitas no estômago e  glândulas salivares.

CICLO BIOLÓGICO

É do tipo heteroxênico, onde o homem é o hospedeiro intermediário e o mosquito fêmea do gênero Anopheles é o definitivo.

  1. No homem - reprodução assexuada do tipo esquizogonia.
Fase pré-eritrocítica: fígado
 
Fase eritrocítica: hemácias

 

  

 

 2.  No mosquito – reprodução sexuada do tipo esporogonia.

Estômago e glândulas salivares.
 
   

























  

 

 



About these ads

Sobre EEBM

Bióloga pela UCSal (2012). Especialização em Ecologia e Intervenções Ambientais. Realiza estudos de ecologia de manguezal, inventário faunístico (crustáceos).

Publicado em 13/10/2010, em Anopheles, Caminhos da Biologia, parasitos, Protozoários. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. gente vcs tem que acha uma cura pq vcs ja viram quantas pessoas estao com malaria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: